Velório e Serenatas marcam o início das Monumentais Festas do Enterro da Gata

A Gata morreu e o seu Velório teve lugar na passada noite de 6 de maio. A cidade de Braga uniu-se e homenageou a tão querida Gata.

Como tradicional acontece, a Ordem Profética da Universidade do Minho (Opum Dei) ficou responsável por realizar o Velório, ao som dos Gorkas. A Gata, transportada num caixão de madeira, chegou de comboio à cidade minhota na companhia da animada Opum Dei.

Em percurso noturno, vários académicos e bracarenses acompanharam a Gata até ao Largo do Paço. Ao mesmo tempo, a Opum Dei distribuiu os emblemáticos testamentos da Gata, onde não ficou nada por dizer.

Após a chegada do Velório ao destino final, as Serenatas tiverem início no Largo da Sé de Braga. O grupo de fados da Universidade do Minho, Sina, teve a sua primeira atuação oficial, onde encantou as centenas de pessoas presentes com as suas emocionantes vozes.

Desta forma, a noite terminou e a Gata não podia ter sido homenageada de uma melhor forma. As Monumentais Festas do Enterro da Gata acabaram de começar!