Notícias

Enterro da Gata '19 | Velório e Serenata

Enterro da Gata '19 | Velório e Serenata

Nesta sexta-feira, os estudantes minhotos encheram o Largo do Paço. Foram muitos os que acompanharam a marcha do velório da gata, desde a Estação de Caminhos de Ferro. Começaram, assim, as Monumentais Festas do Enterro da Gata 2019 com o tema “A Gata procura compromisso”.

A concentração fez-se no já habitual Velório da Gata, protagonizado pela OPUM DEI – Ordem Profética da Universidade do Minho. O comboio que trazia o grupo que carregava o caixão chegava à estação e em fila, e mergulhados na multidão que os esperava, a procissão seguiu até à reitoria da Universidade do Minho, no Largo do Paço.

Durante a procissão de velório, era constante a alegria, bem como a música presidida por um grupo de instrumentos. As capas negras encheram as ruas de cidade, onde era possível ver-se tricórnios e capas, misturadas entre as gentes de Braga. Chegada ao Largo do Paço, a OPUM DEI deu o mote para a verdadeira partida desta semana tão aguardada.

Após o anúncio de que “a Gata morreu” dada pela OPUM DEI, Nuno Reis, Presidente da Associação Académica da Universidade do Minho, saudou os estudantes com um breve discurso.

Pela meia-noite e meia, a Tuna Universitária do Minho (TUM), com os primeiros acordes nas guitarras, iniciou o momento musical da noite. A partir daí, viam-se abraços apertados, lágrimas e sorrisos enquanto decorria o tradicional “traçar da capa” entre os estudantes, com saudades do passado e esperança no futuro.

Após cerca de uma hora de música à cidade e aos estudantes minhotos, a Serenata das Monumentais Festas do Enterro da Gata terminou, culminando o primeiro dia de festividades desta semana académica minhota.

Bilheteira online

Compra já o teu bilhete!