Notícias

Enterro da Gata'18 - Velório e Serenatas

Enterro da Gata'18 - Velório e Serenatas

Nesta sexta-feira, a academia minhota voltou a encher o Largo do Paço. Começaram assim, as Monumentais Festas do Enterro da Gata 2018.

Como habitual, a Ordem Profética da Universidade do Minho deu início às festividades, numa procissão que lamentou e chorou a partida do símbolo destas Monumentais Festas. Chegados à Estação de Comboios de Braga, os elementos da OPUM DEI foram recebidos por um manto de negro, que aguardava a sua chegada para dar início ao Velório. Uma procissão que percorre as ruas de Braga e que culmina numa receção sentida no Largo do Paço: “A Gata morreu!” é seguida de choros e acompanhada da irreverência característica da Ordem Profética.

A ela seguiu-se o Presidente da Associação Académica da Universidade do Minho, Nuno Reis, que deu início às Monumentais Festas do Enterro da Gata, sem deixar de dar uma palavra aos finalistas, que se despedem, e aos novos alunos, que agora iniciaram o seu percurso.

O palco estava reservado, como sempre, para o Grupo de Fados da Universidade do Minho, que trouxe as tão aguardadas guitarras que arrepiaram todo o Largo do Paço. Abraços, despedidas, lágrimas, sorrisos e fotografias.

Ontem a Gata morreu, mas a Academia mostrou que quer continuar com a tradição bem viva.

AAUM

Bilheteira online

Compra já
o teu bilhete!